Em audiência na Câmara, população tira dúvidas sobre desligamento da TV analógica

por lucas93 — publicado 09/05/2018 13h02, última modificação 09/05/2018 13h02
Entidade responsável pela digitalização do sinal televisivo escolheu a Câmara para fazer os esclarecimentos, devido ao grande público da Casa
Em audiência na Câmara, população tira dúvidas sobre desligamento da TV analógica

Equipe esclareceu a como não deixar de assistir TV (Danielle Silva)

A Câmara Municipal de Boa Vista realizou nesta quarta-feira, 9, audiência pública para esclarecer a população sobre como não deixar de acompanhar a programação das emissoras televisivas depois do desligamento do sinal analógico, marcado para 14 de agosto.

O desligamento do sinal analógico para tornar permanente o digital afetará Boa Vista e o Município do Cantá, localizado a 30 quilômetros da capital. Isso representa um alcance de 100 mil domicílios ou 337 mil pessoas.

“A frequência do sinal a ser desligado vai dar lugar à internet 4G, o que vai garantir a expansão e a melhora da internet”, explicou Célia Sena, gerente regional da Seja Digital, responsável pela digitalização do sinal de TV no Brasil.

Durante a audiência, Sena ensinou o público a agendar a retirada dos 51,5 mil kits gratuitos, destinados principalmente às pessoas cadastradas em programas do Governo Federal e as de baixa renda não-beneficiárias.

Na entrada da Câmara, havia um estande da Seja Digital mostrando a diferença entre os sinais analógico e digital (com qualidade de cinema) e uma equipe da entidade para auxiliar interessados em agendar a retirada de um dos kits. Das 8h às 12 horas, 21 pessoas fizeram o agendamento.

A escolha da Câmara para fazer os esclarecimentos foi pelo intenso fluxo de pessoas existente na Casa, segundo Célia Sena. “Sabemos que a Câmara tem um grande alcance à população e um grande público”, avaliou.

Presidente da audiência, o vereador Zélio Mota (PSD) ressaltou que o objetivo do evento foi alcançado. “A nossa meta hoje era esclarecer a sociedade. Essas ações vão beneficiar muito a população, principalmente quem não tem como comprar os kits”, ponderou.

Mota aproveitou o evento para solicitar à entidade a instalação de um ponto de agendamento de kits nas dependências da Casa. A ideia foi aceita pelo presidente Mauricélio Fernandes (MDB).

COMO AGENDAR

O interessado deve acessar o site sejadigital.com.br ou ligar gratuitamente para o número 147. No ato, o interessado deve informar o número do PIS (Programa Integração Social) ou do NIS (Número de Identificação Social). Depois, basta escolher dia, horário e o local da retirada do kit (antena digital e conversor com controle remoto).

Segundo Célia Sena, não há mais como agendar para maio, pois as vagas já foram preenchidas. “Até a data do desligamento estaremos entregando os kits. É importante que as pessoas retirem o quanto antes, para já assistirem à televisão em alta definição”, esclareceu.

“O agendamento é para que não se forme filas e as pessoas não esperem muito tempo nos pontos de retirada. Nestes locais, o interessado vai receber as orientações sobre a instalação do kit”, disse a gerente da Seja Digital.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.