Vereadores de Boa Vista aprovam isenção a doador de medula óssea em concursos e seletivos municipais

por José Lucas publicado 13/06/2018 14h17, última modificação 13/06/2018 14h17
O projeto da vereadora Doutora Magnólia visa incentivar a doação de medula e possibilitar que vidas sejam salvas
Vereadores de Boa Vista aprovam isenção a doador de medula óssea em concursos e seletivos municipais

Vereadora Dra. Magnólia, autora do PL (Danielle Silva)

A Câmara de Boa Vista aprovou nesta quarta-feira, 13, Projeto de Lei da vereadora Doutora Magnólia Rocha (PRB), quer isentar os doadores de medula óssea de pagarem taxa de inscrição nos concursos públicos e processos seletivos promovidos pela Administração Pública Municipal direta e indireta.

A proposta segue para a sanção da Prefeitura de Boa Vista. Segundo a autora do PL, a ideia é incentivar a doação de medula e possibilitar que vidas sejam salvas, além de criar um instrumento benéfico para candidatos em concursos e seletivos.

Segundo o Hemocentro-RR, em Roraima existem cinco mil pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), mas só 15 delas foram declaradas compatíveis desde 2009.

A futura lei atingirá quem é cadastrado no Redome, por meio de centros de coleta ou credenciados pelo Poder Público local, e fez a coleta para fins de compatibilidade. Os requisitos para o interessado é ter entre 18 e 55 anos de idade e saúde em bom estado.

A comprovação da qualidade de doador será feita no ato da inscrição no concurso ou seletivo, com a apresentação de documento expedido pela entidade responsável pela coleta, com no mínimo 30 dias antes da inscrição no certame.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.