Câmara aprova dois projetos de decreto do vereador Rômulo Amorim

por José Lucas publicado 23/06/2017 09h55, última modificação 23/06/2017 10h21
Um dos requisitos para receber a honraria é residir na capital. Decreto será publicado no Diário Oficial
Câmara aprova dois projetos de decreto do vereador Rômulo Amorim

O vereador Rômulo Amorim durante a sessão da última terça-feira

Em única discussão e votação, a Câmara de Boa Vista aprovou na última terça-feira, 20, dois projetos de decreto legislativo do primeiro-secretário da Casa, vereador Rômulo Amorim (PTC). Um deles, o 029/2017, cria o Mérito e o Diploma de Gratidão da Cidade de Boa Vista, para o “reconhecimento de pessoas que prestaram benefícios à capital”.

Com a aprovação por 13 votos favoráveis, o decreto segue para a publicação no Diário Oficial do Município. Conforme a justificativa do projeto, um dos requisitos para receber a honraria é a pessoa residir em Boa Vista, diferente do Título de Cidadão Boavistense, que não exige que o homenageado more na capital.

“É sabido por todos o quão importante é para nós vereadores a valorização de condutas tendentes ao crescimento de nosso Município, em especial daquelas que primam pela defesa de direitos fundamentais e pelo respeito ao cidadão e ao meio ambiente”, diz a justificativa do projeto.

Outro projeto de decreto de Amorim é o 030/2017. Aprovado por 15 votos, o texto, que segue para a publicação no Diário Oficial, concede o Título de Cidadão Boavistense à professora Edinar Almeida de Castro, por seus “relevantes serviços” feitos à capital.

Paraense, Edinar Castro é professora especializada em Psicopedagogia e História. Atualmente, ela é coordenadora da Escola Amazonas e diretora do Ministério da Criança da Igreja Adventista em Roraima.

Edinar promove ações sociais da igreja e na comunidade, ajudando pessoas carentes, levando assistência e palavra de apoio a indivíduos que, geralmente, se encontram em situações de risco.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.